8 de fevereiro de 2014

Projecto 06: Fazedores de Paisagens Quotidianas (FPQs)

O que são:
Os FPQs são várias ideias muito simples que reunimos num número só. Não são instrumentos com a versatilidade e possibilidades tímbricas que apresentámos noutros projectos, mas são muito interessantes quando se procura criar um certo “significado” ou criar um “ambiente”. Os sons que fazem cairiam facilmente na categoria de “efeitos sonoros”, embora para nós tudo isso faça parte da matéria com que se constrói a música. Demos-lhes nomes que dão a ideia do tipo de efeito ou ambiente que podem criar, por exemplo um chuveador produz uma paisagem sonora que nos dá a ideia de chuva, um rugidator, a de rugidos, etc.. São instrumentos particularmente interessantes para “ilustrar” histórias ou narrativas, mas têm também o potencial de construírem verdadeiras texturas abstractas muito interessantes. 


 Chilreador 
   
O Chilreador é um FPQ que faz lembrar o chilreio de pássaros. Consiste numa placa de vidro que é esfregada com esferovite humedecida. Os movimentos devem ser curtos e rápidos (uma boa forma de começar é imaginar que se está a escrever).

  
Algumas composições originais:

Chill       Pasolini



 Chuveador 
   
O Chuveador é um FPQ que faz lembrar o som da chuva. Consiste num varão roscado com anilhas. O movimento descendente das anilhas provocado pela gravidade e o facto delas caírem ao longo das estrias provoca um som contínuo muito parecido com um “pau de chuva”. O projecto que incluímos aqui tem a particularidade de usar uma taça de metal como suporte do varão roscado e uma jarra de placa na extremidade superior, mas nenhum destes é absolutamente necessário. É interessante, até, experimentar com um simples varão roscado várias superfícies de ressonância. Nesse caso convém colocar porcas de orelhas nas extremidades para não ter que apanhar as anilhas de cada vez que se põe o instrumento a soar... 



Algumas composições originais:

Chuva       Dilúvio



 Cintilador 
   
Ao contrário dos outros FPQs o Cintilador não produz um som que tenha semelhanças acústicas com um som existente na natureza. A palavra pretende transmitir a ideia de brilho, de luz que o som evoca. O Cintilador é um conjunto de caixas de música colocadas sobre uma caixa de ressonância, por exemplo uma caixa de madeira como as que se usam para acondicionar garrafas de vinho, que são tocadas de forma a que não se perceba a música que cada caixa toca. Esse efeito pode ser obtido tocando pequenas sequências em cada uma das caixas, com velocidades variáveis, tocando várias caixas ao mesmo tempo ou até invertendo o tambor que faz accionar o pente da caixa de música. A ideia é criar uma paisagem onde coexistem vários sons, várias camadas de som, sem que se perceba a “música”, ou seja a melodia ou o ritmo de cada uma das canções das caixas.



Algumas composições originais:




 Maresiador 
   
O Maresiador faz lembrar o som das ondas do mar. É simplesmente uma bacia metálica com berlindes (esferas de ferro ou aço também funcionam mas são mais difíceis de reunir) que se faz oscilar calmamente. Um outro efeito interessante (que já não faz lembrar o som do mar mas sim dum insecto ou dum circuito eléctrico) pode ser obtido com um ou dois berlindes que se fazem girar a alta velocidade ao traçar movimentos circulares rápidos com a bacia.



Algumas composições originais:




 Ribombador 
   
O Ribombador é um FQP que produz um som que faz lembrar o rimbombar dos trovões. Consiste numa mola comprida e muito flexível ligada a um parafuso colocado num orifício central duma bacia metálica. Para fazer o ribombador é necessário fazer um furo na bacia, aplicar um parafuso e enroscar a mola nele. Os movimentos caóticos da mola que surgem ao agitar o instrumento produzem um som que é amplificado pela taça de metal, tocar o ribombador consiste simplesmente em agitar a taça, mas as possibilidades expressivas, nomeadamente as “nuances” de dinâmica são muito interessantes.



Algumas composições originais:




 Rugidator 
   
O Rugidator é um FQP que produz um som que faz lembrar um rugido ou um lamento, consoante o utensílio que for usado. É basicamente uma superfície de madeira (por exemplo uma caixa de vinhos) que é friccionada com uma bola pinchona (saltitona) colocada no topo dum varão flexível ou duma lima de unhas. Consoante a dureza da bola ou se se usa uma bola inteira ou apenas um metade conseguem-se diversos tipos de rugidos e lamentos.





Algumas composições originais:




 Grasnador 
   
O Grasnador é um FQP que produz um som que faz lembrar o grasnar duma ave. É feito com um pedaço de balão (a parte por onde se enche) aplicado sobre um tubo de electricista, ficando livre cerca de 3-4 cm. Ao soprar no tubo de electricista o ar em movimento faz vibrar o balão. O modelo que apresentamos aqui inclui um ressoador (uma jarra de plástico) que amplifica algumas frequências conferindo ao som uma característica anasalada. O ressoador é opcional.







Variação


Algumas composições originais:




 Borbulhador 
   
O Borbulhador é um FQP que produz borbulhas de ar num volume de água. É simplesmente um tubo ou palhinha de refrigerante que se sopra para dentro dum recipiente com água. Consoante o fluxo de ar que se imprime, a profundidade a que se fazem libertar as bolhas de ar, o tamanho e forma do recipiente obtêm-se sons diferentes.


Algumas composições originais:



          
Protocolo 
Este é um esquema para imprimir e ter ao pé de si quando estiver a realizar este projecto.

Clique aqui para descarregar instruções de montagem.